Mime medio ambiente!

Tema: Otro
Mime medio ambiente!
Por natureza, o ser humano tende a mimar o que e quem lhe agrada e faz bem. Normalmente, manifesta especial estima pela família, pela sua casa e objetos pessoais, como sejam o carro, a sua música, os filmes prediletos, aqueles óculos de sol, o relógio da moda, …

A questão é que o Ambiente, que gentilmente nos alberga, apesar de tantos atentados que lhe desferimos, é amiúde esquecido, para não dizer mesmo desprezado. A falta de respeito apresenta sintomas vários e, por vezes, flagrantes. A total ausência de civismo por parte de muita gente leva, por exemplo, a que se deitem para o chão embalagens de algo que se acabou de consumir ou papéis invalidados, já para não falar de garrafas de vidro (que se calcula que demorem um milhão de anos (!) a ser degradadas) e fraldas (usadas) de bebé, só para não dar dois passos e deitar no sítio certo aquilo que já não tem utilidade.

No sentido de uma maior consciencialização e numa perspetiva de “acordar” espíritos adormecidos no comodismo e anestesiados pela indiferença, levam-se a cabo diversas iniciativas, tais como a Hora do Planeta, que consiste em apagar todas as luzes durante sessenta minutos, num dia estipulado, a fim de demonstrar que todos os pequenos gestos contam no combate ao aquecimento global.
Milhões de pessoas, distribuídas por mais de 900 cidades em todo o mundo, ajudam, desta forma singela, a salvar o Planeta. Apagam-se as luzes, mas acende-se a chama do bom senso e de uma solidariedade que fundamenta, tão-somente, os alicerces de um dever ético, moral e cívico. Efetivamente, se nada se fizer para poupar as energias renováveis, a sustentabilidade do género humano periga, e serão as gerações vindouras a sofrer os maiores embates e consequências.




Se perguntássemos por aí qual a prioridade absoluta da existência da maioria da população, certamente que a resposta referiria os filhos. No entanto, raramente se pensa em deixar-lhes um dos mais importantes legados: um Ambiente saudável, que não lhes aporte carestias nem doenças em cada vez mais tenra idade. Ser-se, deste modo, cúmplice, para evitar aplicar o termo “artificie”, da morte ou do comprometimento da qualidade de vida dos próprios filhos parece entrar em contradição com as prioridades estabelecidas…

A Ecologia, ao contrário do que muitos pensam, não é o estudo dos ecos, isto é, da ida e vinda dos sons. Constitui antes a ciência que se debruça sobre a interação dos seres vivos com o seu meio, interação essa que aparenta não ser reconhecida e que até é negada por alguns. De contrário, não se cometeriam nem deixariam impunes crimes hediondos contra a nossa “Casa Comum”…!

Buscar más textos:

Título: Mime medio ambiente!

Escrito por: Calle Gran Via

Déjanos tu comentario

ERROR - Tiene que activar el JavaScript para continuar
  • nombre:*

  • e-mail:*

    Opcional - no será publicado
  • mensaje:*

  • Código de Seguridad:*

    Por favor, ponga el código numérico de la imagen que vee.

  • Los campos marcados con * son obligatorios

Feedback

Le invitamos a llenar el cuestionario anónimo para ayudarnos a mejorar nuestro sitio.


¿Te ha gustado nuestro sitio?

Triste Contente

¿Le ha resultado útil la información?

Triste Contente

¿Podrías encontrar lo que buscabas?

No

Evaluar el contenido de nuestro servicio

Triste Contente

Evaluar la facilidad de navegar en el sitio

Triste Contente

Evaluar el aspecto visual del servicio

Triste Contente

Outras perguntas

¿Cuál fue el motivo de su visita a nuestro sitio?

Lo que era un obstáculo en el uso del servicio?

Compartir ideas y sugerencias con nosotros


Alerta

Tipo alerta:

Mensaje

Díganos por qué ha marcado el anuncio. Esta información no será publicada.